Logística

Qual a relação entre SCM e logística?

relação entre SCM e logística

Um conceito muito difundido atualmente no mercado é o de SCM (Supply Chain Management), ou Gerenciamento da Cadeia de Suprimentos, em português. No entanto algumas pessoas ainda possuem dúvidas a respeito dessa forma de gestão, chegando a confundir o conceito de SCM com a gestão logística.

Por isso, no post de hoje, vamos esclarecer quais são as principais diferenças e qual é a relação entre SCM e logística. Quer saber mais sobre esse assunto? Confira agora!

Afinal, o que é o SCM?

Gerenciamento da Cadeia de Suprimentos consiste em planejar e controlar todas as atividades que estão relacionadas a compras — aquisição e abastecimento — à produção e à logística: recebimento, armazenagem, movimentação, transporte, previsão de demanda, entre outras. Além disso, o SCM é capaz de controlar ainda o fluxo de informações.

Entretanto, esse fluxo deve ser constante ao longo da cadeia. Uma vez que um dos objetivos centrais desse tipo de gestão é realizar a integração das empresas pertencentes a um grupo. A fim de otimizar os processos e aprimorar os resultados de ponta a ponta.

SCM e logística são a mesma coisa?

Bom, é importante ter em mente que Supply Chain Management e logística, apesar de trabalharem com questões muito semelhantes, não são a mesma coisa. Como o próprio nome já diz, SCM está relacionado a toda a cadeia de suprimentos. Desde o abastecimento de matéria-prima até a entrega ao cliente final, passando pelo processo de produção.

Aborda, portanto, uma gestão integrada e completa de todos esses processos. Com o propósito de que, por meio de um controle de toda a cadeia, o cliente tenha a melhor experiência possível na entrega do produto no destino final.

Já o conceito de logística é mais específico, abrangendo principalmente a questão do armazenamento do produto até a entrega ao cliente final. Incluindo atividades como: gerenciamento de estoques, recebimento no armazenamento, expedição para entrega, entre outros.

Qual é a relação entre SCM e logística?

Apesar de muitas pessoas utilizarem o conceito de logística como se fosse SCM, ou vice-versa, as atividades ligadas a cada gestão são diferentes, como vimos anteriormente.

Enquanto a logística engloba o gerenciamento de estoques, recebimento, expedição, movimentação e transporte, o SCM vai além e gerencia, também, as rotinas de compras e de relacionamento com o cliente. Isso faz com que a gestão se inicie antes mesmo do início do processo produtivo e se encerre com ações de pós-venda, por exemplo.

De forma resumida, podemos dizer que a logística controla processos internos e de distribuição, enquanto o SCM controla processos internos e externos — incluindo a gestão logística da empresa.

Quais são os benefícios do SCM?

Com um maior controle sobre os processos que afetam os resultados do negócio, o ponto principal do SCM é a melhoria nos resultados. De uma forma geral os principais benefícios são:

  • maior eficiência;
  • redução de custos;
  • redução de desperdícios;
  • melhoria nos níveis de serviço;
  • aumento da satisfação do cliente.

Logística Prestex

Isso acontece porque a comunicação entre os setores da empresa, fornecedores e parceiros passa a ser maior. Amentando dessa maneira a previsibilidade e a segurança na execução dos processos. Sendo assim, esses fornecedores passam a ter ciência das necessidades da empresa, buscando atendê-las da melhor maneira possível.

Por sua vez, a organização pode integrar melhor seus departamentos, alinhando as estratégias e fazendo com que eles trabalhem em conjunto. Transmitindo portanto essa ideia de unidade a seus parceiros.

Em resumo, podemos dizer que, por meio do SCM, as empresas passam a competir no mercado como uma cadeia, em vez de atuarem isoladamente. Conseguem inclusive obter vantagem competitiva, já que os processos são melhorados desde as atividades com o fornecedor até o relacionamento com o cliente final.

Vale ressaltar, também, que o atendimento das necessidades dos consumidores passa a estar em foco e acaba se tornando o objetivo principal de todos os integrantes do grupo — e é justamente por isso que o aumento no nível de satisfação dessas pessoas passa a ser notado.

Quais são as melhores práticas de SCM para sua empresa?

Bom, como você pode perceber, é essencial manter boas práticas de SCM em sua organização, a fim de garantir processos mais eficientes de modo geral. Inclusive, um melhor controle logístico e, também, encantar o cliente e aumentar seu nível de satisfação.

Portanto, conheça as principais práticas que devem ser implementadas em sua organização para otimizar esses processos e obter melhores resultados.

Faça mapeamento dos processos

Uma boa gestão abrange um ponto essencial: controle. Assim sua empresa é capaz de otimizar e gerenciar toda a cadeia de suprimentos. Uma vez que tenha a consciência do que está sendo realizado.

Por isso, o mapeamento de processos é uma ferramenta fundamental para um bom SCM. Ele permite que você identifique quais são os pontos fortes e fracos da cadeia. E também quais as melhores práticas que podem resolver as questões. Potencializando portanto os resultados e identificando falhas, quando necessário.

Realize maior integração entre as áreas

Como vimos, o SCM integra diversas áreas da cadeia produtiva: compra de insumos, produção, manutenção de equipamentos, armazenamento de matéria-prima, acomodação no estoque, gerenciamento de rotas, entre outros.

Para que esse sistema funcione adequadamente, é preciso que as áreas da empresa estejam mais bem integradas. Isso pode ser feito por meio de softwares e sistemas que permitam uma visão mais integrada da empresa. Também através de uma reestruturação do modelo empresarial.

Utilize a tecnologia ao seu favor

A tecnologia está disponível a seu favor e não se deve abrir mão dela. Os processos produtivos são muito mais eficientes quando você permite automatizar processos operacionais. Reduzindo assim falhas e diminuindo o tempo necessário para realização de tarefas.

Quer ver um exemplo simples? Um software de automação pode indicar o momento no qual é necessário realizar a compra de insumos com fornecedor. Evitando portanto que, por alguma falha humana, esse processo atrase e, com isso, comprometa a produção.

Esse é um exemplo corriqueiro, do dia a dia. Imagine quantos outros processos podem ser mais eficientes por meio da automação?

Tenha um bom relacionamento com fornecedores

Estabelecer bons relacionamentos com fornecedores é de extrema importância para um bom SCM. Isso porque eles são parte essencial do início do processo produtivo. Portanto, sem a colaboração deles, todos os demais pontos podem ficar comprometidos.

Um bom relacionamento com eles permite adquirir insumos com preços melhores, cumprir os prazos de entrega para a empresa, conseguir materiais novos que possam se tornar um destaque no seu produto. Consequentemente conquistando diferenciais competitivos no mercado.

Tenha um bom controle e monitoramento dos processos

Como falamos, controle é essencial para uma boa gestão da cadeia de suprimentos. Porém, é necessário manter o monitoramento dos processos em dia.

Isso porque, muitas vezes, falhas que poderão complicar toda a cadeia podem ser identificadas de imediato, avaliando mudanças sutis de números e dados do dia a dia. Assim, uma falha pode ser identificada e corrigida logo no início, permitindo a manutenção dos bons resultados obtidos até então.

Boas práticas de SCM, integradas à logística, são fundamentais para manter a qualidade e excelência da sua empresa. Permitindo assim o destaque desejado no mercado e conquistando novos clientes.

Quer mais dicas de como otimizar processos e potencializar resultados? Siga nossas redes sociais (FacebookLinkedInYouTubeInstagram e Twitter) e receba as novidades diretamente no seu feed.

Você também pode gostar destes conteúdos

  • qual o comprometimento das empresas nesse processo de
    SCM ?

    • Bete Loz

      1 ano atrás

      Olá, tudo bem Andrea?
      É um pouco difícil responder sua questão de forma precisa, pois cada empresa (operador logístico) trabalha de uma maneira, e o seu nível de comprometimento pode variar muito.Neste caso cabe ao cliente pesquisar bem antes de definir seu parceiro logístico, e caso necessário fazer a substituição por outro de melhor qualidade. O sucesso do SCM consiste em um bom gerenciamento integrado dos diversos sistemas internos, eliminando retrabalhos, e externos, através de parcerias e relacionamento empresarial com todos os envolvidos na cadeia de suprimentos, baseados na confiança, competência técnica e troca de informações, com objetivo de reduzir custos e acelerar o aprendizado. Assim a nova visão empresarial recomenda a avaliação de forma integrada.

      Espero tê-la ajudado. Abraço.

  • Deixe seu comentário

    Seu endereço de e-mail não será publicado.