Toda empresa precisa buscar por excelência em suas atividades internas, não é mesmo? Isso vale para a organização como um todo, pensada como um sistema integrado, e também para as áreas do negócio. O setor logístico é um dos mais estratégicos e importantes de qualquer empresa. Por isso, é fundamental que o gestor dessa área esteja alinhado com outras estratégias do negócio. Uma delas é a cadeia de valor, focada na criação de significado para o cliente.

O que é a cadeia de valor e qual a importância da alta performance?

Por ser a etapa do processo que está mais próxima do cliente final, a logística cumpre um papel fundamental nisso. Vamos explicar para você o que é a cadeia de valor, sua importância e como utilizá-la ao seu favor. Então leia este artigo que preparamos para você e tire suas dúvidas. Boa leitura!

O que é a cadeia de valor?

Esse é um conceito criado por Michael Porter, um dos maiores especialistas em gestão e administração. Por isso, não raro, alguns gestores vão chamá-la de Cadeia de Valor de Porter, em alusão ao seu criador. A cadeia de valor diz respeito às atividades, funções e ferramentas utilizadas pela empresa com o objetivo de gerar significado para seus clientes. Cada processo é um ponto da cadeia e a interligação entre esses processos, seja dentro do mesmo setor ou entre setores, é chamado de elos.

Segundo essa metodologia, a forma como as funções são realizadas determinam os custos das atividades e afetam os lucros a longo prazo. É a partir daí que se torna possível identificar as fontes de valor para seu negócio. Contudo, é preciso definir de antemão alguns conceitos. Por exemplo, ao falarmos de custos, estamos falando sobre toda saída de dinheiro referente a aquisição de insumos ou produção de mercadorias.

Funções da cadeia de valores

Nesse rol entram as seguintes questões:

  • pagamento de mão de obra;
  • gastos gerais de fabricação;
  • alimentação da cadeia de suprimentos;
  • depreciação de máquinas e equipamentos;
  • manutenções;
  • gastos com energia elétrica, água, material de limpeza, entre outros;
  • aluguel de galpões para estoque, entre outros.

É um conceito que se difere, por exemplo, das despesas. Despesas estão diretamente relacionadas com a administração da empresa, pertencendo a outro rol de gastos. Ter conhecimento dessa distinção é fundamental, pois o conceito de cadeia de valor está intimamente ligado a isso.

A descrição do conceito diz respeito ao processo pelo qual as organizações recebem matéria-prima de seus fornecedores, agregam valor a esses insumos para que se torne um produto acabado, a ser desejado e utilizado pelo cliente final.

Dessa forma, é possível perceber que a cadeia de valor da sua organização está inter-relacionada com a de seus fornecedores e, principalmente, com a de seus clientes. Lembre-se sempre de manter o objetivo, que é entregar o máximo de valor para o cliente final, com o menor custo total possível e, ao mesmo tempo, gerar diferencial competitivo no mercado.

Qual a sua importância para a alta performance na empresa?

Em primeiro lugar, verificar a cadeia de valor pode ser um bom ponto de partida para conseguir analisar a sua empresa, os concorrentes e como estão inseridos os sistemas de valores nessa dinâmica. A partir disso, os gestores podem avaliar os pontos positivos da empresa no mercado e o que deve ser modificado.

Além disso, é um modelo flexível, que pode ser adaptado para atender às peculiaridades do seu negócio. A cadeia de valor pode ser utilizada como uma forma de complementar a análise da matriz SWOT, permitindo uma avaliação e compreensão mais aprofundada de forças e fraquezas internas e externas.

Como utilizar a cadeia de valor a seu favor?

A cadeia de valor pode e deve ser utilizada pelas organizações como uma forma de gerar benefícios e vantagens competitivas. Contudo, para isso, é fundamental seguir alguns passos para que a análise de cadeia de valor seja bem-feita. Acompanhe a seguir.

Identifique as atividades ligadas às funções primárias

É fundamental identificar possíveis subi atividades que estão ligadas às funções primárias da empresa e que geram valor, sejam elas de forma direta (por si próprias), indireta (dão suporte para que as atividades principais possam funcionar normalmente) ou de garantia de qualidade (permitem que as funções principais sejam cumpridas dentro dos padrões de qualidade estabelecidos pelo negócio).

Identifique as ligações entre as tarefas

Lembre-se de que todas as atividades que geram valor estão, de alguma forma, interligadas entre si (por isso o nome de cadeia). Visualizar isso é fundamental para que você entenda como determinada atividade impacta no próximo ponto do processo. Dessa forma, você sabe por onde começar a otimizar a produção e compreender as variáveis que interferem em cada setor.

Por exemplo, o setor financeiro está diretamente conectado com a compra de insumos com os fornecedores. Se você quer otimizar essa segunda etapa, precisa avaliar a primeira com rigor também.

Procure oportunidades

Para que consiga aumentar o valor do seu negócio, é fundamental observar e acompanhar as oportunidades existentes. Para que isso ocorra, deve-se revisar quais foram as atividades e subatividades encontradas nos itens anteriores e observar em quais pontos elas podem ser alteradas, mudadas ou, até mesmo, eliminadas para conseguir maior eficiência e redução de custos, sem afetar a qualidade da produção.

Lembre-se de que a otimização não só pode, mas deve ir muito além da questão de custo. Muitas vezes é necessário investir em questões que pesem um pouco mais no orçamento, mas que trarão mais valor para sua organização a longo prazo, transformando o gasto em investimento.

Observar a cadeia de valor como um todo, incluindo os processos logísticos, é fundamental para saber exatamente o que afeta seu cliente final, de que forma o atinge e o que deve ser feito para otimizar essa questão dentro de sua empresa. A partir disso, é possível conseguir melhores resultados e alavancar não só a rentabilidade da organização, mas também melhorar sua imagem no mercado.

Para otimizar os processos logísticos e potencializar a sua cadeia de valor, conte com uma parceria de peso. A Prestex é uma das maiores empresas do mercado no setor de logística e poderá trazer os benefícios necessários para fazer sua empresa decolar.

Entre em contato e converse com um de nossos consultores sobre suas dúvidas!