Logística

Carga aérea: O que pode ser transportado?

O transporte aéreo é, frequentemente, solicitado por empresas que precisam realizar o envio de cargas urgentes, especiais, ou para a prática da entrega no mesmo dia — muito comum em regiões metropolitanas. Contudo, existem algumas restrições para que a carga aérea seja enviada.

Carga aérea o que pode ser transportado

Então, no artigo de hoje falaremos mais sobre essas restrições e sobre os tipos de cargas que podem ser enviadas através do modal aéreo. Continue conosco e confira!

Cargas perigosas

As cargas perigosas, como inflamáveis, explosivos, radioativos, entre outras, podem ser embarcadas desde que possuam autorização da companhia aérea. Além disso, a documentação deve vir com a uma ficha de identificação do material, incluindo informações a respeito do manuseio correto, para o caso de alguma eventualidade ocorrer.

As embalagens, assim como as condições de transporte, devem ser regulamentadas pela Associação Internacional de Transporte Aéreo (IATA) e, dentre os materiais perigosos transportados, podemos citar: vacinas, baterias, aerossóis e equipamentos elétricos.

Cargas perecíveis

Por terem um ciclo de vida curto e rápida deterioração, alguns produtos são caracterizadas como perecíveis.

As mercadorias perecíveis são aceitas como carga aérea, desde que se tenha a certeza de que chegarão em seu destino em bom estado. Então, quando embarcadas, elas devem possuir uma etiqueta especial, que as identifique como produtos perecíveis. Por exemplo, as flores e alguns tipos de alimentos se enquadram nessa categoria.

Faça uma Cotação Agora!

Animais vivos

O embarque de animais vivos está condicionado à regulamentação do IATA. Portanto, para embarques desse tipo as normas avaliam o tipo de animal, qual é o tipo de aeronave, a temperatura adequada, qual é o estado de saúde do animal e se ele está em período de gestação.

Porém, caso algum animal esteja em período de gestação ou em más condições de saúde, ele não é aceito para viagem.

Produtos frágeis

Esses produtos podem ser: vidros, cristais, louças, espelhos, entre outros. A restrição de embarque desse tipo de mercadoria está ligada à embalagem utilizada, que deve assegurar a integridade da carga aérea durante o transporte.

Porém, isso se deve ao fato de muitos contratos terem cláusulas de multas para casos de avarias.

Cargas valiosas

Normalmente, essas cargas não possuem restrições para embarque. Algumas empresas deixam de transportar devido ao seu alto valor agregado, o que pode causar insegurança devido a furtos e roubos.

Cargas controladas

Algumas cargas são controladas pelo Governo, como as vacinas, os medicamentos, as armas, entre outras. Então, para que esse tipo de carga seja transportada é necessário obter possuir certificação da ANVISA, obter a licença do Serviço Regional da Aviação Civil, além da autorização da Guia de Tráfego — fornecida pelo Ministério do Exército.

Em resumo, o envio de carga aérea, muitas vezes, é feito por decisões estratégias das empresas. No entanto, como podemos ver, em alguns casos as cargas precisam de manuseio, embalagem, tratamento e transporte especial — o que acaba provocando restrições de envio.

Por outro lado, desde que sejam atendidas as especificações, o transporte pode ser realizado e, em alguns casos, acaba sendo o mais recomendado. Isso dependerá do tipo da carga transportada, da urgência e da estratégia de atendimento ao cliente.

Então, sua empresa já utiliza o transporte de carga aérea? Conte para a gente!