Empresas que trabalham com cargas frágeis lidam com um problema constante: encontrar formas de transportar o produto sem prejudicar a integridade do item até chegar ao cliente final. Isso porque as perdas causadas por quebras podem gerar não só prejuízos diretos (como a perda de material e necessidade de reposição), como também farão com que seus clientes tenham uma percepção ruim do seu negócio.

transporte de cargas frágeis 5 cuidados

Confira 5 cuidados imprescindíveis para o transporte de cargas frágeis e implemente essas dicas!

1. Verifique o local de armazenagem

Antes de verificar o transporte de cargas frágeis em si, é imprescindível que você verifique se as condições de armazenamento no estoque estão dentro do esperado. Isso porque as próprias características do estoque podem prejudicar a carga antes mesmo do translado.

Todas as cargas frágeis devem estar isoladas das demais, bem como devem contar com empilhamento, ventilação e cuidados adequados de acordo com as características principais da carga.

2. Opte por embalagens resistentes

A embalagem é um fator essencial para um bom transporte de cargas frágeis. Diferente das utilizadas em outras situações, para cargas normais, ela deve ser mais resistente e mais rígida. Além disso é preciso considerar o uso de plástico bolha ou outros tipos de materiais protetores (como o isopor, por exemplo). Para cargas maiores pode-se utilizar almofadas em seu entorno.

O importante é oferecer formas de amortecer os impactos inerentes gerados na condução dos produtos até o próximo local.

3. Sinalize o transporte de cargas frágeis

É imprescindível que você coloque a identificação de cargas com conteúdo frágil nas embalagens de transporte. Assim, essa sinalização permite que, caso terceirize esse serviço, a transportadora terceirizada possa distingui-las e destinar uma melhor acomodação para a condução.

Por exemplo, ao empilhar as caixas, aquelas que possuem conteúdo mais delicado ficarão em cima, evitando que o excesso de peso cause danos à carga. Porém, para isso, deve ocorrer a sinalização adequada.

Além disso, ao chegar no destino, a entrega também será feita de forma adequada, permitindo que não haja nenhum tipo de problema nessa última etapa.

4. Adéque ao tipo de transporte

Cada transporte possui um tipo de peculiaridade que exige adequação para determinada modalidade para evitar problemas durante a viagem.

Por exemplo, na modalidade aérea é preciso considerar questões como temperatura, pressão e variação da umidade durante a viagem. Outros pontos que também devem ser observados para esse tipo de transporte é a possibilidade de impacto causado pelas vibrações durante o voo e manuseios errados.

Portanto, caso se opte por esse modal, deve-se analisar as condições citadas anteriormente e adequar a embalagem às situações e exigências para cada uma delas.

5. Planeje cada etapa do transporte

O planejamento é fundamental para o transporte de cargas frágeis, principalmente devido ao caráter delicado das peças. Isso é importante para que, mesmo com toda a sinalização adequada, situações como empilhamento inadequado de caixas com conteúdo mais vulnerável sejam evitadas.

Além disso, como falamos, há a necessidade de adequar as embalagens para cada modal. Por isso, ao planejar cada etapa, você saberá como prever todas as situações possíveis e elaborar uma forma de armazenamento do produto para translado que contemple as peculiaridades de cada uma delas.

Como vimos, um transporte de cargas frágeis possui cuidados que iniciam desde a armazenagem do estoque.

Então, para começar adequadamente, aprenda, portanto, qual a importância da gestão de estoque e otimize esse processo desde o começo da cadeia.