Logística

Quais as diferenças entre sistemas multimodais e intermodais de transporte?

sistemas multimodais e intermodais de transporte

As coisas no mundo andam cada vez de forma mais rápida. Inclusive, com a automação massificada dos processos, todas as etapas buscam constantemente se aprimorar para acompanhar as tendências mercadológicas. Assim como logísticas e processos de fabricação, sendo todos reflexos do desenvolvimento tecnológico e da globalização.

Dessa forma, empresas de logística seguem o ritmo natural do mercado e preocupam-se cada vez mais em atender bem seus clientes:

Portanto, uma das modernas ferramentas utilizadas para isso são os sistemas multimodais e intermodais. Sendo que ambos apostam no uso de diferentes modais de transporte, utilizando-se de meios terrestres, aquáticos e aéreos ao longo de seu processo.

Então, vamos conhecer melhor cada um deles!

Transportes Multimodais

É um conceito que envolve a movimentação de bens por dois ou mais modos de transporte, utilizando de um único contrato de transporte emitido por um OTM (Operador de Transporte Multimodal). Assim sedo este assume, perante o embarcador, total responsabilidade pela operação da origem ao destino — como um transportador principal e não simplesmente como um agente.

Portanto, simplificando o entendimento, nas operações dos sistemas multimodais a variedade dos meios de transporte utilizados é pouca. Porém existe o OTM, que geralmente organiza todo o trânsito de mercadorias, inclusive mudanças de modal, em nome de um cliente com quem firmou contrato.

Logística Prestex

Transportes Intermodais

Esse sistema tem uma visão sistêmica que engloba todas as atividades envolvidas na cadeia logística, visando reduzir e até eliminar algumas resistências ao movimento contínuo de bens e equipamentos de transporte da origem até o destino.

Aliás, no modelo intermodal, a cada nova mudança de meio ou modal de transporte, um contrato diferente entra em vigor para acompanhar a carga.

Ainda nesse caso, geralmente, usa-se o termo para definir operações que utilizem mais de um tipo de meio de transporte para cumprir seu trajeto até o destino. Porém, a acomodação e o modo de tração da carga permanecem, mesmo substituindo a forma do modal.

Vantagens dos sistemas multimodais

Apesar dos dois sistemas serem muito parecidos, a vantagem de contratar um Sistema Multimodal é a redução de burocracia e da sua preocupação com o transporte da carga.

Mas lembrando que com a presença do OTM, há a responsabilidade total pelo transporte do início ao fim, não importando a quantidade de mudanças de modais pelo trajeto.

Então esses OTM têm habilitação e registro prévio da ANTT (Agência Nacional de Transportes Terrestres), e essa operação requer também o registro do CTMC (Conhecimento de Transporte Multimodal de Cargas), documento válido não apenas como contrato, mas como documento fiscal do transporte.

Portanto, ambos os conceitos passaram a existir para cobrir uma necessidade grande do mercado, já que em cada local há uma dificuldade diferente em questão de disponibilidade de transporte.

Nossos portos são pequenos, nossa malha ferroviária limitada e as estradas já estão abarrotadas de caminhões — veja nosso post sobre as principais formas de transportes e veja qual se encaixa melhor na necessidade da sua empresa.

Ainda tem dúvidas sobre os sistemas de transporte? Deixe um comentário aqui no blog e conte para nós!