Fisco, Logística

Planejamento tributário na logística

Em qualquer área ou simplesmente projeto a ser realizado, somente com um planejamento é possível realizar ações que contribuam para finalizar ou alcançar o objetivo pretendido.

Planejamento tributário na logística

No meio empresarial, as organizações têm dado grande importância ao planejamento em diversos setores com intuito de melhor estruturar seus negócios e também para controle do mercado financeiro. Dessa forma, o planejamento tornou-se um requisito indispensável e funciona como base para as empresas em geral.

O planejamento pode seguir diversas variáveis, e uma delas refere-se ao planejamento tributário, que agrega características de um típico planejamento estratégico. Pois visa a redução da carga tributária de um empreendimento ou empresa com o intuito de otimizar os resultados.

Com relação ao planejamento tributário, cabe ressaltar que ele não pode ser abusivo ou ilegal. Por isso, quando realizado dentro da legalidade, ele contribui para que a empresa ou empreendimento tenha uma redução significativa de gastos com o pagamento de tributos e possa direcionar esses valores a outros setores ou investimentos.

Assim, um bom planejamento tributário deve analisar as operações da organização, as decisões da empresa e as medidas como um todo, integrando-se aos setores da organização para que as informações de gastos, custos e despesas com a tributação e o produto ou serviço final estejam disponíveis a todos.

Planejamento tributário na logística

No momento em que são contratados os prestadores de serviços logísticos, vários aspectos devem ser analisados, principalmente os que levam em conta aspectos fiscais e tributários. Pois, na medida em que, para realizar as operações logísticas, como o transporte, a armazenagem ou distribuição, por exemplo, é necessário que seja realizado uma análise do fluxo fiscal e da carga tributária a ser aplicada em todo o processo. Caso contrário, a empresa pode ter um gasto maior do que o necessário.

Na logística, o planejamento tributário tem um papel importante, sendo que, se determinadores fatores não forem analisados, resultarão num gasto mais elevado para a empresa no pagamento de tributos. Assim, os fatores que devem ser analisados são: a modalidade logística a ser aplicada, o melhor trajeto, o local de armazenamento, o fluxo de informações e toda a operacionalização.

Dessa forma, esse tipo de planejamento envolve não só as empresas que prestam esse serviço por excelência, como as empresas ou organizações que agregam esse setor de forma interna sem a contratação de terceiros para prestar esse serviço.

Os desafios da tributação na logística

Não é novidade para ninguém que a carga tributária brasileira, a maior da América Latina, continua sendo questionada por pessoas físicas e jurídicas. A quantidade de impostos pode chegar a quase 100, considerando tributos, taxas, contribuições, entre outras. Inclusive, no setor logístico, 50% dos custos das empresas brasileiras estão relacionados ao pagamento de tributos.

Assim, quantidade e burocracia são elementos que podem comprometer a prestação de contas das empresas que operam no setor. Nesse contexto, erros em processos manuais e pouco integrados geram grandes impactos, como o pagamento de multas e até a suspensão das atividades.

Atualmente é muito difícil para as companhias estarem 100% aderentes à legislação tributária vigente. Não se trata de uma questão de ilegalidade, mas sim da impossibilidade operacional de acompanhar o modelo tributário brasileiro.

Queda na lucratividade, endividamento por falta de recursos e comprometimento do fluxo de caixa são algumas das consequências da falta de controle tributário enfrentadas pelas empresas de logística no país. Por isso, implementar um planejamento tributário é fundamental para que sua empresa possa usufruir, inclusive, dos incentivos fiscais oferecidos pelo poder público.

Então, clique aqui para saber mais sobre a importância do planejamento tributário para o setor de logística! Caso tenha alguma dúvida sobre esse tema, deixe o seu comentário e participe da conversa.