Logística

O que é logística sustentável e qual a sua importância para as empresas?

logística assume um papel importante na dinâmica de qualquer empresa. É por meio dela que prazos são cumpridos, os acordos são honrados com excelência, o cliente consegue ter suas expectativas atendidas e, assim, melhorar a rentabilidade média do negócio, bem como melhora a sua imagem perante o mercado.

O que é logística sustentável

Mas, quanto à logística sustentável, empresas que unem eficiência e cuidados sociais com o meio ambiente, ganham ainda mais a partir da união de suas potencialidades com os conceitos de responsabilidade social. Portanto, a logística sustentável tem ocupado o centro das atenções no mundo empresarial e industrial

Ao longo deste artigo, abordamos em que consiste tal sistema, bem como o seu surgimento, a diferença para a logística tradicional, os resultados positivos que ele pode trazer para o seu negócio.

Além disso, apresentamos as principais informações para ajudar em sua implementação. Boa leitura!

O que é logística sustentável?

A logística sustentável é aquela na qual há uma otimização na entrega do produto, atendendo às expectativas do cliente no que concerne a tempo e custo. Ao mesmo tempo, otimiza o uso dos recursos necessários, evitando emissões de gases poluentes em excesso na atmosfera, desperdícios de insumos, entre outras ações.

Também está inclusa nesse rol não só as ações provenientes de cuidados com o meio ambiente, mas também com a própria localidade na qual a empresa se insere. Para se enquadrar nessa categoria, é preciso também:

  • incentivar a geração de empregos, principalmente a partir de funcionários locais;
  • melhorar a distribuição de renda;
  • aprimorar a qualidade de vida daqueles que trabalham para a empresa.

Como ela surgiu?

Apesar de seu surgimento ser anterior a esta data, a logística sustentável passou a se tornar uma realidade aplicável em longa escala a partir da implementação do Decreto Nº 7.746 de 5 de junho de 2012.

Assim, esse documento especificou medidas para o incentivo de práticas sustentáveis na esfera pública e que passou a se estender para o setor particular como uma forma de gerar vantagem competitiva. Estão entre as diretrizes do documento:

  • reduzir os impactos sobre a flora, fauna, ar, solo e água;
  • buscar maior eficiência no uso dos recursos;
  • impulsionar o uso de mão de obra local;
  • estender a vida útil do bem e da obra;
  • empregar tecnologias e inovações que permitam melhor utilização dos recursos naturais;
  • utilizar, regular e legalmente, os recursos naturais.

Qual a diferença para a logística tradicional?

Conforme mencionado, o foco da logística sustentável está em garantir a armazenagem, circulação e distribuição dos produtos até o seu recebimento por parte do cliente final. Ao mesmo tempo, garantir a otimização dos recursos naturais utilizados no processo. Isso significa, por exemplo, implementar:

  • plano de redução de emissão de CO2 na atmosfera por parte da frota da empresa;
  • diminuição dos gastos de recursos naturais diversos nas atividades produtivas;
  • economia no uso de combustíveis fósseis;
  • otimização das rotas de transporte;
  • manutenção preventiva dos veículos;
  • coleta e distribuição noturna;
  • modernização da frota;
  • gestão de relacionamento na logística;
  • treinamento de motoristas;
  • otimização da eficiência energética dos combustíveis;
  • planejamento voltado a assegurar o descarte adequado dos resíduos;
  • contratação de mão-de-obra local;
  • adoção de medidas que garantam o bem-estar e a qualidade de vida dos funcionários e da população que reside no entorno da fábrica/indústria/empresa, entre outros.

Quais os resultados positivos que a logística sustentável pode trazer?

Em primeiro lugar, é essencial ressaltar o posicionamento da empresa em colaborar com os acordos internacionais firmados pelo governo brasileiro para a redução de emissões de gases de efeito estufa, tal como o Acordo de Paris, firmado em 2015.

Isso representa, para o mercado, que seu negócio está em consonância com os tratados firmados, se preocupando em colaborar com o acordado nesse documento. Além disso, a partir desta iniciativa, muitas empresas internacionais e o próprio governo têm a iniciativa de investir em organizações que estejam dispostas a colaborarem com essa redução.

Outro ponto sobre essa escolha está no posicionamento da empresa no mercado. Com a valorização cada vez mais crescente de iniciativas verdes, o público tem uma maior afinidade e tende a realizar as aquisições com negócios que implementem medidas que protejam o meio ambiente.

Além disso, a aplicação da logística sustentável não concerne apenas aos recursos naturais, mas na otimização de toda a cadeia. Com isto ganha-se eficiência, reduzindo os custos totais da produção, gerando não só vantagem competitiva, mas também melhorando a margem de lucro.

Com essa melhora do sistema de logística, melhora-se o sistema de entregas e, com isso, há uma maior fidelização do cliente final.

Como implementá-la em sua empresa?

No setor privado não há um modelo específico a ser implementado, de forma que cada organização tem liberdade para montar o seu Plano de Logística Sustentável (PLS) da forma que achar que encaixe melhor nas rotinas da organização. Desta forma, é possível adequar à realidade do negócio e suas particularidades.

Não há uma metodologia padrão a ser aplicada, mas há formas tangíveis de mensurar resultados e determinar suas análises no PLS. Alguns pontos interessantes que podem ser incluídos no documento elaborado para a sua organização:

  • capacitar os funcionários para compreenderem a importância da adesão ao Plano de Logística Sustentável;
  • investir em estudos e consultorias que ajudem a otimizar a logística segundo as peculiaridades da empresa;
  • gerar um plano de metas de redução de desperdícios de insumos;
  • criar cronogramas de manutenção preventiva, a fim de evitar consumo desnecessário de combustíveis, principalmente os derivados de petróleo;
  • obter certificados tal como o ISO 14001;
  • adotar tecnologias limpas;
  • implementar uma gestão de resíduos eficiente;
  • fomentar o desenvolvimento local, impulsionando a economia da região na qual a empresa está localizada;
  • otimizar a gestão de transportes, considerando a opção de contratação de empresa especializada, principalmente para entregas emergenciais (expresso);
  • empregar o rastreamento em tempo real do transporte de carga;
  • agilizar os prazos de entrega, entre outros.

A partir da elaboração do Plano de Logística Sustentável (PLS), é possível criar iniciativas que auxiliem não só a criar um ambiente que respeite o meio ambiente, mas que também melhorem os resultados a curto e a longo prazo da empresa, bem como criar meios objetivos de mensuração para conferir os avanços da implementação.

A implementação da logística sustentável pode trazer diversos benefícios para a sua empresa, não é mesmo? Gostou deste conteúdo? Então, que tal compartilhá-lo em suas redes sociais?