Logística Empresarial: competitividade e eficiência nas operações da sua empresa

Para que uma empresa possa funcionar em sua total capacidade, é necessário traçar estratégias em seus mais variados setores para obter o melhor desempenho integrado. Uma dessas áreas é a logística, uma ponta essencial para o sucesso empresarial.

Com o avanço da tecnologia, a logística empresarial se tornou algo indispensável para as organizações que buscam reduzir custos operacionais, desperdícios, e querem melhorar a capacidade de atendimento e de resposta com o cliente externo. Saiba mais sobre como esse conceito pode ser implementado na sua empresa e o diferencial competitivo que isso traz.

Como a logística empresarial pode ser implementada?

A logística empresarial surge da necessidade de melhora da qualidade da operação, sempre priorizando a redução dos custos e a experiência do cliente com o produto e a marca, sendo assim, podemos entender que esse mecanismo é mesmo uma maneira para manter a empresa com grande competitividade no mercado em que atua.

No entanto, como podemos realmente implementá-la na prática? Em 3 passos básicos, você pode começar a gerir uma logística empresarial de sucesso na sua empresa. São eles:

1. Tenha sempre um backup

Também podemos chamar esse backup de plano B, um respaldo seguro para evitar lidar com problemas caso algum ponto dessa logística não funcione. Isso estimula a empresa a pensar em longo prazo e reduz as chances de falhas que possam vir a fugir do controle dos gestores.

2. Seja sempre amigo da tecnologia

No mundo atual estamos sempre nos comunicando através de aplicativos móveis a maior parte do tempo, essa facilidade também melhorou a comunicação entre todos os funcionários em uma empresa. Desse modo, é possível comunicar um problema com menos da metade do tempo e fazer com que a rotina laboral flua com um desempenho acima da média, colocando a organização em um bom patamar no mercado.

3. Nunca se esqueça do controle de todas as etapas

A logística empresarial também exige o olhar aguçado dos gestores à frente das etapas de produção, isso significa que é necessário realizar um bom controle de tudo que está acontecendo na empresa naquele momento. Por exemplo, para que possamos realizar o transporte de cargas com mais segurança e agilidade, precisamos estar em constante comunicação com os colaboradores que realizam esse trajeto, contando com a rastreabilidade dos produtos e dando uma maior segurança ao cliente final.

Parece simples, mas sua implementação exige bastante domínio da função de quem estará realizando esse processo. A logística empresarial para o ponto de vista das transportadoras também vem com um significado bastante robusto e que se distancia da logística convencional.

No caso da logística convencional, a empresa está preocupada apenas com o transporte da carga do produto final, ou seja, de distribuição com ênfase na entrega, porém não se preocupa com os processos que são realizados antes, não tendo, portanto, compromisso com a otimização dos processos da cadeia de valores.

Já a logística empresarial nasce com uma pegada de competitividade e eficiência, estando ligada diretamente na otimização dos processos internos e nos lucros que isso pode vir a gerar para a empresa, sempre utilizando o que há de melhor disponível em tecnologia para realizar o trabalho.

Supply Chain: o braço direito da logística empresarial

Supply Chain significa cadeia de suprimentos, e surge com o objetivo de reunir todas as etapas fundamentais do transporte da carga desde a realização do pedido pelo cliente final.

Desse modo, obter um bom controle do Supply Chain faz parte de toda logística empresarial de sucesso. Por meio dele é possível realizar o planejamento com base em tomadas de decisão assertivas e estratégicas, controlando as informações, materiais e serviços aos quais a transportadora é conhecida. Esse processo tem grande impacto no relacionamento do empreendimento com fornecedores e pode abrir procedência para negociações importantes com o cliente final.

O Supply Chain também colabora para um bom controle de estoque, fazendo com que esse gestor tenha plena consciência de como a empresa pode dar assistência ao cliente antes de fechar um transporte de carga, além de conseguir mensurar prazos para entrega dos materiais se baseando em informações reais e valorizando a transparência da empresa.

Como investir no seu relacionamento com os fornecedores a partir dessa prática?

Realizar o transporte de cargas com eficiência requer que essa empresa tenha um bom relacionamento com os fornecedores do material. Essa parceria também é uma parte fundamental da logística empresarial e faz toda a diferença na comunicação interna e externa dessa organização.

Sendo assim, antes de montar uma parceria com diferentes fornecedores, o gestor responsável deve realizar uma pesquisa para conhecer melhor os prazos de entrega desse parceiro e as qualidades do seu trabalho, algo que pode impactar positiva ou negativamente a transportadora durante as operações logísticas.

Saber realizar a mediação desse relacionamento, pode ser bastante benéfico para negociações importantes que vão desde dos prazos e condições de entrega, até ações estratégicas que podem trazer boas vantagens para ambos os lados.

Principais benefícios da logística empresarial para a transportadora

Que a logística empresarial foi criada visando melhorar a capacidade competitiva da empresa já sabemos, no entanto, seus impactos positivos vão além disso. Seu bom planejamento pode fazer com que a transportadora ganhe:

Maior visibilidade nos processos

Com a implementação de uma boa logística, o gestor consegue acompanhar todos os processos mais de perto, fazendo a empresa reduzir as chances de falhas e obter o melhor serviço possível.

Agilidade e eficiência

Por conseguir obter uma maior visibilidade durante os processos em que as cargas são submetidas antes do seu destino, os gestores conseguem melhorar o desempenho de suas equipes na rotina laboral, fazendo as etapas serem realizadas com maior eficiência e agilidade, sem abrir mão da qualidade e profissionalismo desses colaboradores.

Lucratividade

Por fim, porém não menos importante, a logística empresarial pode ser o fator responsável para a lucratividade da empresa, reduzindo custos desnecessários e podendo investir em softwares de gestão que auxiliam no acompanhamento dessas métricas e trazem uma maior qualidade no serviço prestado.

Conheça como a Prestex realiza esse acompanhamento de logística e como são realizadas as entregas das cargas mais urgentes.