Conheça os fatores que influenciam no preço da cotação de um transporte logístico

Aquilo que faz o valor do frete de entrega de um material ser diferente do de outro não está apenas na distância até a chegada da mercadoria ao seu destino. Para compor o preço de cotação do transporte de uma carga existe uma série de fatores a serem levados em consideração.

Muitos desses aspectos são variáveis. Também deve ser levado em consideração que existem diferentes maneiras de fazer conta do preço do transporte, tornando o cálculo um fator estratégico que exige atenção dos gestores de empresas de transporte.

Se a composição do preço não for feita da forma correta, a organização corre um sério risco de ter um prejuízo financeiro ou de cobrar um preço muito alto para o cliente, fazendo este desistir da transportadora.

O desafio está, então, em compreender os diferentes fatores que influenciam no preço da cotação de um transporte de carga para entender as formas de cálculo e diversas tabelas que existem.

Este post vai mostrar quais são esses fatores de influência, tanto no transporte rodoviário quanto no transporte aéreo de cargas. Siga lendo o texto.

Transporte de Carga Aéreo

O transporte de carga por via aérea é uma opção mais rápida, eficaz e segura para enviar material ao seu destino. No entanto, em geral, não é uma opção tão barata. No entanto, é necessário conhecer bem a composição dos preços de transporte de carga aérea, pois assim será possível controlar seus custos e utilizá-la como uma estratégia de agregação de valor ao seu negócio.

Você verá que muitos dos quesitos apresentados no transporte rodoviário para a composição da cotação do preço aparecem também no transporte aéreo.

1. Peso

Assim como no transporte rodoviário, o peso é importante fator para compor o valor do frete de transporte aéreo. E seus motivos são os mesmos também.

2. Cubagem

Outro fator importante para precificar o transporte de carga por via aérea que também é importante para o transporte rodoviário. Lembrando, nesse caso, que o espaço dentro de uma aeronave é bastante limitado. Por isso, para evitar prejuízo e desperdício de espaço dentro dos aviões, a cubagem se faz muito necessária para a precificação.

3. Tabela de preços

A determinação dos valores para a utilização do transporte aéreo para levar cargas é regulamentada por órgãos governamentais, como a Agência Nacional da Aviação Civil (ANAC), por exemplo. Os valores dessa tabela são influenciados por muitos fatores. Um exemplo é a rota da aeronave, mas isso pode ser negociado comercialmente entre o cliente, a empresa logística e a companhia aérea.

O valor final, no entanto, vai depender do peso da carga e da negociação da tarifa.

O valor da tarifa muda conforme a modalidade de serviço escolhida. Ela está diretamente ligada ao prazo de entrega, do destino final e da origem do material. Sendo assim, o valor da tarifa será maior, quanto menor for o prazo de entrega. E vice-versa.

Ao final, a tarifa por quilo será multiplicada pelo peso da carga, tanto faz se ele for real ou cubado. Será levado em conta o maior desses pesos.

Transporte de Carga Rodoviário

A seguir, vamos analisar alguns dos fatores que influenciam na composição do preço do transporte de carga via rodovias, por meio de caminhões e carretas. O valor do frete rodoviário é um dos maiores custos logísticos que existem.

1. Peso e cubagem

A cubagem tem a ver com as dimensões da carga que será transportada. Isso significa o espaço que o material ocupará no veículo de transporte.

O peso também é muito importante na cotação, pois ele afeta tanto no desgaste de peças do caminhão quanto no consumo do combustível. Por isso que muitas transportadoras cobram o transporte por meio do quilo movimentado.

Há também empresas que calculam o valor do transporte fazendo uma comparação entre o peso cubado e o bruto. Se a área ocupada pela carga for maior do que o seu peso, esse fator será preponderante na cotação.

2. Distância a percorrer

Quanto maior a quilometragem, maior o gasto com combustível e com a manutenção do veículo. E, consequentemente, mais caro fica o valor do transporte da carga. Por isso, a distância a ser percorrida para a entrega é tão importante na composição do preço final.

3. Características do destino da carga

Todos nós sabemos que o valor do transporte de carga fica mais caro caso seu destino seja locais considerados área de risco ou de difícil acesso. Quanto maior o grau de periculosidade ou de dificuldade de uma região, maior será o valor cobrado pela remessa. Hoje existe, ainda, uma taxa extra, chamada Emex, para movimentação de mercadorias nesse tipo de área.

4. Valor na nota fiscal

O preço do produto descrito na nota fiscal é um critério que é levado em consideração na cotação de preço do transporte de carga. Saber quanto custa o material é uma maneira de gerenciar os riscos do transporte, pois é necessário fazer o seguro da carga. Além disso, muitos impostos e taxas são calculados usando o valor do material como base. Por isso, quanto mais cara for uma carga, mais caro será seu transporte.

5. Data da entrega

O tempo médio da entrega está embutido no preço do frete. Em geral, esse prazo deve ser calculado pela empresa, com base em seu fluxo de produção. Caso o cliente precise de uma entrega prioritária ou mais rápida, o valor do transporte se torna mais elevado.

6. Características da carga

Produtos que são considerados muito visados ou muito valiosos, como eletrônicos e jóias, têm o valor de transporte mais caro. Isso também acontece com mercadorias muito perecíveis, frágeis ou que tenham alguma característica que interfira no cuidado na hora do transporte.

7. Taxas, impostos, pedágios e tarifas

Os custos que venham de tarifas, taxas, impostos e pedágios também pesam no valor do transporte rodoviário de cargas, encarecendo a cotação.

8. Logística reversa e reenvio

Algumas situações inesperadas podem interferir na entrega de uma carga, resultando em um gasto maior com o frete maior do que foi planejado. Isso pode ocorrer devido a dificuldade de entrega para o cliente, com o estabelecimento de um horário específico, por exemplo. Ou a impossibilidade de entrega do material na primeira tentativa.

Gostou do artigo? Esperamos que ele tenha sido esclarecedor para você. Quer mais informações sobre o mercado de transporte e logística? Acesse nosso blog e confira outras matérias interessantes. Aproveite também para falar conosco, conhecer nossos serviços e tirar qualquer dúvida em nosso site.