O transporte de produtos perecíveis requer alguns cuidados especiais ao ser realizado. Entre as principais preocupações estão o manuseio, o condicionamento e embalagem — e, é claro, o modal de transporte a ser utilizado.

transporte de produtos perecíveis

De fato, essas questões devem ser cuidadosamente avaliadas, a fim de reduzir ao máximo ou até mesmo eliminar os índices de perdas de produtos que podem ocorrer durante o trajeto.

A seguir, vamos oferecer algumas dicas e falar mais sobre os principais aspectos do transporte de produtos perecíveis. Continue conosco e confira:

Preservação da carga

O primeiro passo é entender a natureza dos materiais e quais são as consequências das perdas. Sendo que a preservação dos itens pode envolver temperatura, ventilação, iluminação, prazo, entre outros.

Portanto, é importante observar as características da carga e identificar quais são os cuidados necessários durante todo o processo, adotando procedimentos que contribuam para a redução das perdas.

Embalagem

Essa questão está diretamente ligada à preservação das mercadorias. Sabe-se que, independentemente de a carga necessitar de condições especiais de transporte, o ideal é que cada item possua um tipo específico de embalagem de acordo com suas dimensões e sua natureza.

Entretanto, no caso de itens perecíveis, questões como manuseio adequado e restrições de empilhamento podem surgir. Existem, ainda, casos em que é necessário utilizar mais de um tipo de embalagem para envolver os produtos.

Transporte de produtos perecíveis

No transporte de produtos perecíveis é necessário avaliar a carga, quais são os seus riscos e que tipo de acompanhamento deve ser feito. Por exemplo: no caso de produtos refrigerados, a carga deve ser transportada em uma temperatura adequada.

Para isso, é preciso uma embalagem específica, que pode ser um contêiner refrigerado, dependendo da natureza do envio, e também de veículos especiais, que vão garantir a manutenção da refrigeração até o destino final.

Sobre os cuidados, nesses casos, é preciso controlar rigorosamente todas as etapas da cadeia para garantir que os parceiros de negócios estão cumprindo com os requisitos necessários. A etapa de transporte normalmente é considerava a mais vulnerável e sujeita a riscos de todo o processo, pois ela deve estar em sinergia com as condições de embalagem, armazenamento e preservação das mercadorias.

Algumas empresas optam por adotar o transporte rodoviário — desde que existam garantias de cumprimento dos padrões. Contudo, devido à urgência na entrega e do curto ciclo de vida desse tipo de carga, o ideal é optar pelo transporte aéreo, uma vez que ele disponibiliza prazos bem menores, além de, em muitos casos, reduzir a quantidade de manuseios necessários até a entrega ao destino final.

Logística Prestex

Como podemos ver, o transporte de produtos perecíveis é bem mais complexo do que pode parecer e requer um controle e acompanhamento bem maior do que o de cargas normais.

Atualmente, com a opção de utilização do transporte expresso, o fator tempo deixa de ser a preocupação principal na prevenção de perdas.

Como sua empresa transporta produtos perecíveis? Quais são os cuidados adotados? Deixe um comentário e compartilhe conosco as suas experiências sobre este assunto. E aproveite para conferir também o nosso post “Transporte aéreo ou rodoviário?” e outros conteúdos de nosso blog.