A logística omnichannel é a estratégia que garante a sincronização entre as atividades do setor logístico e todos os outros departamentos de uma empresa, a fim de proporcionar uma experiência única para o cliente.

logistica-omnichannel
logistica omnichannel 4-dicas

Em uma época em que os consumidores estão cada vez mais conectados e exigentes. O omnichannel é o conceito perfeito para atrair esses clientes e entregar serviços que superem suas expectativas.

Se você deseja melhorar os serviços logísticos da sua empresa e oferecer uma experiência diferenciada, continue lendo e confira 4 dicas de como acertar no gerenciamento do ponto de distribuição em uma logística ominichannel. Boa leitura!

1. Logística Omnichannel – Como Integrar  todos os canais

A integração de canais é um dos pilares do omnichannel. Com isso, o primeiro passo para uma logística omnichannel de sucesso é a integração de todas as áreas da empresa, incluindo os ambientes online e off-line.

O objetivo é garantir que os processos logísticos sejam eficazes para todos os clientes, independentemente do canal de acesso. Então, é essencial que todos os setores, não só a logística, trabalhem dentro do mesmo nível de comunicação, com informações precisas e atualizadas constantemente.

Sem isso, é impossível que o ponto de distribuição repasse coordenadas corretas para os colaboradores externos, como as equipes de entrega, por exemplo.

2. Manter o estoque atualizado

Como mencionado, o compartilhamento sincronizado de dados dentro de uma estratégia omnichannel é primordial. Assim quando trata-se  de logística, as informações sobre o estoque devem ser prioridade.

O controle do estoque é um dos fatores centrais nesse planejamento, afinal, se as informações estiverem incorretas, o cliente pode adquirir um produto que não disponível para entrega.

Nesse ponto a tecnologia é fundamental. O uso de softwares como o WMS (Warehouse Management System) facilita a integração dos canais e ajuda na atualização de dados sobre a quantidade de mercadorias na empresa.

3. Acompanhar os prazos de entrega

A entrega fora do prazo é com certeza uma das principais frustrações dos clientes do setor logístico. Aguardar ansiosamente por uma mercadoria e só receber dias depois do combinado é uma experiência muito desagradável.

Esse cenário não condiz em nada com o conceito do omnichannel. Mas a situação só se mantém em um padrão acima da média se houver um bom trabalho de acompanhamento das entregas.

O gestor do ponto de distribuição precisa monitorar os veículos com as mercadorias e se certificar sobre a posição de cada um. Recursos tecnológicos como GPS, radiofrequência e rastreadores são ideais para esse objetivo.

É importante acompanhar dados como:

  • localização atual;
  • distância percorrida;
  • previsibilidade de chegada.

Com isso, o gestor verifica dificuldades ou empecilhos e pode tomar a melhor decisão para minimizar impactos negativos em eventuais atrasos.

Caso o serviço de entrega da sua empresa seja terceirizado é interessante priorizar parceiras que contam com essas facilidades e com bons históricos no mercado.

4. Trabalhar com fornecedores confiáveis

A participação dos fornecedores também é essencial dentro de um planejamento omnichannel. Na prática, eles são os responsáveis por manter o estoque da sua empresa sempre com bons números. Basta um trabalho ineficiente por parte deles para que a sua logística fique comprometida.

Ou seja, na logística omnichannel, a reposição de suprimentos precisa ser dinâmica, garantindo o fornecimento de matérias-primas e produtos para toda cadeia logística. A melhor maneira de fazer isso é contar com fornecedores de confiança.

Enfim, para implementar uma logística omnichannel eficaz é preciso um trabalho conjunto de todos os setores da empresa. Para ótimos resultados dentro estratégia.  Com isso o  importante é que o gestor estabeleça indicadores de desempenho a fim de mensurar os resultados e otimizar ainda mais os processos logísticos. Analise as dicas apresentadas e adote a metodologia omni na sua logística.

Gostou das dicas? Então que tal agora entender mais sobre a inovação na logística?