Em tempos de crise, os gestores, além de sofrerem as pressões normais para entregar resultados, acabam sendo intimados a encontrar maneiras de reduzir os custos em suas operações.

dicas para reduzir custos logísticos

No post de hoje, você vai conhecer 5 dicas que vão te ajudar a reduzir os custos logísticos durante a crise e vão garantir — além dos resultados esperados — uma gestão ainda mais aprimorada. Confira!

1. Reveja os custos

O primeiro passo para reduzir custos logísticos é avaliar o histórico de gastos e analisar cada custo que a operação gera. Dessa forma, será possível identificar quais são as maiores contas, quais custos são desnecessários e podem ser eliminados ou reduzidos.

Isso te ajudará a ter uma visão geral da situação atual da empresa e a visualizar melhor aonde se pode chegar.

2. Mapeie os processos

Nenhum processo é perfeito e totalmente isento de falhas. Portanto, em cada atividade que for analisada, será possível identificar, ao menos, uma oportunidade de melhoria, ainda que ela não seja a redução de custos propriamente dita.

Esses benefícios proporcionam aumento da produtividade, redução de desperdícios, diminuição do índice de devoluções e que envolvem, também, redução dos custos operacionais.

Portanto, mapeie os processos logísticos de sua empresa e busque encontrar falhas que podem ser corrigidas e oportunidades de melhorias.

3. Crie estratégias de redução

Para reduzir custos logísticos e garantir que a qualidade não será comprometida, não basta, apenas, cortar os gastos. Também, é necessário avaliar quais deles podem ser reduzidos ou eliminados, mas de forma que não impacte negativamente a eficiência e a qualidade dos serviços e produtos.

É exatamente por isso que a revisão e análise dos custos — apontada no primeiro tópico — é tão importante durante esse processo.

Por exemplo, ao reduzir custos com embalagens, sem avaliar a qualidade delas, é bem provável que os custos com devoluções por defeito avarias e extravios cresçam, fazendo com que a estratégia tenha sido ineficiente.

4. Reduza níveis de estoque

Os estoques ajudam a garantir que toda a demanda proveniente das vendas será cumprida. Contudo, eles também representam uma grande quantidade de capital de giro parado e geram custos com aquisições, espaço, manutenção e equipes. Portanto, para reduzir custos logísticos, analise a composição do seu estoque e promova a redução.

Mas, atenção! Tenha o cuidado de analisar os níveis de segurança para não correr o risco de reduzir demais as quantidades e comprometer a disponibilidade de mercadorias, provocando a perda de vendas e até mesmo de clientes.

5. Automatize os processos

Em tempos de crise e redução de custos, é bem provável que a última decisão dos gestores seja a de investir capital em determinada atividade. Entretanto, investimentos em tecnologia, ainda que gerem um custo no começo, contribuem consideravelmente para que os custos totais da operação sejam reduzidos.

A utilização de sistemas de gestão — como um roteirizador, por exemplo — contribui para o aumento da produtividade, redução de erros e retrabalhos, otimização da equipe de trabalho e ainda fornece suporte — por meio dos relatórios gerenciais — para a tomada de decisão e implementação de novas melhorias.

A gestão logística é uma área muito ampla, que envolve diversos níveis de atividades — desde o operacional, até o mais estratégico — e isso proporciona diversas oportunidades de identificar melhorias e fazer com que seja possível reduzir custos logísticos em uma empresa, direta ou indiretamente.

O que mais você acha que pode ser feito para reduzir custos logísticos em sua empresa? Utilize o espaço de comentários e compartilhe suas opiniões conosco. Participe!