transporte de cargas frágeis

Há uma boa razão pela qual os itens mais frágeis e perecíveis exibem advertências de cuidados em suas embalagens. Cada remessa deixa pouca margem para erro e mesmo um deslize aparentemente pequeno pode levar a um cliente descontente ou uma custosa reivindicação de seguro.

Alguns procedimentos impróprios com as cargas são uma das principais causas de danos. Assim, objetos pesados que esmagam cargas mais leves ou embalagens com espaços vazios que deveriam ter sido corretamente preenchidos com bolsas de ar ou isopor, etc. Portanto, uma vez que as coisas começam a se mover, o estrago está feito.

Então, pensando nesse cuidado — muitas vezes negligenciado —, vamos citar abaixo algumas dicas para dar mais proteção ao transporte de cargas frágeis e salvaguardar o produto de seu cliente. Acompanhe:

1. Proteja cada item individualmente

A proteção individual é umas das premissas para o transporte de cargas frágeis. Portanto dê preferência para essa técnica sempre que possível.

Em caso de peças pequenas, tanto a utilização de plástico bolha como de isopor, seja ele moldagem ao artigo ou em pequenas esferas, será sempre bem-vinda.

Porém, em caso de cargas grandes, como máquinas e equipamentos, faça uso de papelão e de um cobertor amarrado em volta do artigo, isso vai amenizar pequenos choques.

2. Sinalize a carga frágil

A identificação correta de qualquer carga é ponto fundamental, e no caso de transporte de cargas frágeis é imprescindível.

Assim, deve-se levar em conta o fato de que os volumes não são constantemente acompanhados. Dessa forma é importante que todos que entrem em contato com determinada embalagem saibam que se trata de itens com os quais deverão tomar muito cuidado.

Isso cabe até ao próprio cliente para que, ao receber o produto, saiba identificar qual é mais sensível.

3. Use caixas rígidas

Uma das maneiras mais eficazes de manter um item a salvo é acondicionar seu conteúdo dentro de caixas. Assim, entre os modelos mais comuns estão as caixas de madeira por serem mais práticas e mais firmes que caixas de papelão — que podem ser esmagadas ou amassadas por outros conteúdos maiores ou mais pesados.

Existem outros tipos de caixas rígidas com materiais diversos que cumprem a mesma função. Porém, cabe ao cliente e a transportadora escolher a que melhor se adapta ao conteúdo transportado.

4. Acomode a carga adequadamente

A necessidade de suportes não está limitada simplesmente aos itens nas caixas.

Assim, faixas ou canais em um piso de caminhão podem criar lacunas que precisam ser cobertas com papelão. Inclusive, para distribuir adequadamente qualquer peso durante os procedimentos de carga. E se deixadas expostas, mesmo as aberturas mais estreitas podem criar tensões irregulares que levam a rachaduras.

Esses são fatores que a operação de carga do caminhão deve considerar para fazer cada entrega.

Além disso, sempre que parte de uma carga é removida, o restante pode precisar ser reorganizado e amarrado novamente com segurança no lugar, em vez de deixar uma lacuna de mercadorias que poderiam cair em um espaço recém-criado.

5. Cuidados em transporte de cargas frágeis no modal aéreo

Todo tipo de carga pode ser transportado por meio desse recurso. Entretanto, não pode oferecer risco à aeronave, passageiros, operadores, nem a quaisquer envolvidos — ou às demais cargas transportadas.

Idealmente, procure identificar adequadamente sua carga para que não haja extravio. Também para assegurar-se de que não haja restrições com seu conteúdo.

Produtos considerados como perigosos deverão ser autorizados pela própria empresa aérea. Assim como deverão conter descritivo detalhado do conteúdo, de modo que quem as manipule possa ter o devido cuidado. Mercadorias perigosas são classificadas pela Organização das Nações Unidas (ONU) com base em sua classe de riscos.

Como pudemos ver, o transporte de cargas frágeis ou perigosas requer certo cuidado para que não aconteça nada que possa causar prejuízos financeiros ou demais problemas para a empresa e o cliente.

Ainda tem dúvidas sobre o assunto? Deixe seu comentário aqui no blog ou entre em contato conosco!