Fisco, Logística

Entenda quais fatores influenciam no cálculo de frete e economize!

Entenda quais fatores influenciam no cálculo de frete e economize!

O transporte de cargas está plenamente inserido em nosso dia a dia. Afinal, tudo que um dia foi fabricado ou colhido, precisa passar por processos de envio para chegar ao distribuidor final e aos pontos de venda. No Brasil, grande parte das cargas são feitas por modais rodoviários.

Com um volume tão grande de produtos espalhados pelas estradas do país, você como produtor ou distribuidor certamente já passou pela situação de ter que orçar um frete em algum momento. Mas, afinal, como é feito o cálculo de frete? Como as transportadoras definem esse valor?

Para tentar ajudá-lo a entender essa conta, trouxemos aqui algumas informações que irão facilitar a sua rotina de trabalho. Acompanhe!

Como são divididas as cargas no modal?

A primeira coisa a se analisar é que é necessário fazer a escolha certa do sitema de modal que será contratado. Os fretes normalmente são divididos em carga fechada e carga fracionada. Assim, a carga fechada se dá quando você reserva o caminhão para transportar somente suas mercadorias, automaticamente, a carga fracionada se dá quando você se dispõe a dividir a viagem com outros produtos, de outras empresas.

Estas duas situações devem ser analisadas de acordo com o foco no mercado. Então, para cargas pequenas ou em pequena quantidade, que não preencham todo o caminhão, por exemplo, a melhor opção é a carga fracionada. Já para uma carga ampla, ou que não pode ser mesclada a outras – como areia ou outros materiais de construção, por exemplo –, é preciso focar em cargas fechadas. Portanto tudo isso está diretamente ligado ao valor final no cálculo de frete.

Como é feito o cálculo de frete de uma remessa?

Para se chegar ao valor final, é muito comum que as transportadoras utilizem diferentes parâmetros, além de seus métodos próprios. Apesar disso, uma vez que existem taxas comuns ao mercado, essas tabelas sempre apresentarão certas similaridades.

Além da margem de lucro da empresa e suas tabelas próprias, o serviço segue parâmetros como peso da mercadoria, distância da entrega e taxas diversas. Portanto, essas medidas são a base para a composição dos valores passados aos clientes.

O que considerar no cálculo de frete?

No momento da composição dos valores, você deverá considerar:

O peso do frete

Aqui é considerado o peso bruto ou o peso cubado de sua carga. Isso definirá a taxa a ser paga pelo transporte, conforme a modalidade escolhida. Portanto, o valor se dará através do peso total ou da área ocupada, sempre o que for maior.

Pedágios

Para cargas fracionadas, essa taxa será cobrada dependendo do caminho que a carga irá percorrer até a entrega. Conforme a lei 10.209 de 23 de março de 2001, fica determinado a distribuição do valor dos pedágios por toda a carga do caminhão.

Taxa de gerenciamento de risco (GRIS)

Esse valor será cobrado com base em uma percentagem sobre o valor da nota fiscal. Essa taxa tem o objetivo de poder cobrir possíveis custos decorrentes de medidas de prevenção do risco e combate ao roubo da carga.

Ad Valorem

Valor usado pelas transportadoras para inserir o seguro nas mercadorias que não estejam asseguradas quando não estão em tráfego. O Ad Valorem será sempre calculado sobre o valor da carga.

Taxa de Restrição ao Trânsito (TRT)

Esse valor terá como objetivo, cobrar custos adicionais sobre coletas ou entregas que forem realizadas em municípios que tenham restrições quanto à circulação dos veículos de carga ou mesmo às próprias atividades de carga e descarga.

ICMS

Essa taxa é aplicada sobre todas operações relativas à circulação de produtos e prestação de serviços de transporte intermunicipal, interestadual e de comunicação.

Taxa de Despacho

Já, essa é uma taxa fixa que envolve todos custos operacionais e de administração sobre as operações de despacho, entrega e coleta.

Como são muitas taxas a serem inseridas, cada transportadora deve buscar a melhor forma de repassar esses custos de forma justa aos clientes, desenvolvendo assim o cálculo de frete.

Então, gostou do nosso post de hoje? Restou alguma dúvida sobre a formulação desses valores? Deixe um comentário abaixo e participe: será um prazer ajudá-lo!